Fidelity Investments multa de US $ 350,000 pela FINRA por erros de faturamento | Levin Papantonio Rafferty - Escritório de Advocacia de Lesões Corporais

Investimentos de fidelidade multados em $ 350,000 pela FINRA para erros de faturamento

A FINRA multou a Fidelity Investments em $ 350,000 por supostamente cobrar mais de 20,000 clientes em um total de $ 2.4 milhões. Na carta de liquidação da FINRA, dizia que a Fidelity havia cobrado por transações em contas baseadas em taxas de janeiro de 2006 a setembro de 2013.

A FINRA disse que a Fidelity carecia de supervisão adequada sobre a aplicação de taxas em seu modelo de precificação baseado em ativos, que deveria ter cobrado taxas sobre os ativos e não sobre as transações. Até 2013, a Fidelity não tinha ninguém supervisionando seu programa de precificação baseado em ativos. Devido à falta de supervisão, alguns clientes foram cobrados duas vezes ou cobraram comissões excedentes.

Na 2012, a Fidelity descobriu o problema e relatou seu erro à FINRA e reembolsou voluntariamente os clientes afetados. No entanto, como afirmado por Peter Mougey, advogado de títulos de chumbo para Levin Papantonio"O fato de a Fidelity ter levado quase 7 anos para descobrir que estava cobrando duplamente seus clientes brilha uma luz no buraco negro de supervisão. O setor de valores mobiliários se regula pela FINRA e, como resultado, a multa desdentada não incentiva as empresas a aumentar supervisão muito necessária. Negócios como de costume em Wall Street ".